terça-feira, 17 de março de 2015

FATOS em FOCO - Greve dos Professores do Crato - 29/08/2014




Na última quinta-feira, dia 28, aconteceu um panelaço que percorreu as principais ruas da cidade. Os manifestantes se reuniram no largo da RFFSA por volta das 09:00 , de onde saíram em passeata pelas principais ruas da cidade, gritando palavras de órdem contra o que consideram um descaso da administração municipal para com a classe.

Após atravessar uma das principais artérias centrais, a Rua Bárbara de Alencar e parar o trânsito, dirigiram-se até a prefeitura municipal, onde chamaram a atenção dos presentes, e chegaram a cantar o hino do Crato. Em seguida, o cortejo atravessou diversas ruas, até se concentrar à Praça Siqueira Campos, localizada no coração da cidade, onde os professores assinaram uma lista de presença e concederam entrevistas à imprensa. Para o Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais Júnior Matos, o protesto pacífico em forma de panelaço se deveu ( segundo ele ), à compra indevida de panelas e materiais para as escolas, consideradas vultosas, e porque estas ainda não chegaram até as escolas. Júnior Matos ressalta a instransigência e a falta de diálogo da gestão municipal para com a classe dos professores, e disse à nossa reportagem que existem vários professores sendo coagidos e ameaçados, caso aderissem à greve. O presidente do sindicato ressaltou ainda que outras categorias também já se preparam para fazer possíveis manifestações e reivindicações.

Também falou à nossa reportagem, o professor Samuel Siebra, que frisou dentre outras coisas, a intransigência do poder público nas negociações, e que as conquistas recentes da categoria não foi por benevolência dos gestores, mas por objeto de lei, além de ressaltar a fragilidade dos contratos de alguns colegas professores como o principal motivo pelo qual nem todos participaram das manifestações. Para esta sexta-feira e para os próximos dias, já estão marcadas outras manifestações dos servidores municipais, enquanto, segundo o seu presidente, as categorias continuarem a ser maltratadas, e principalmente a classe dos professores, não for dado o devido respeito que merece.

www.blogdocrato.com 
www.tvchapadadoararipe.com


Nenhum comentário: